A Rede Mineira de Química (RQ-MG) foi fundada em Dezembro de 2009 com o objetivo principal de integrar pesquisadores do Estado de Minas Gerais, minimizar distorções e desigualdades regionais e estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa de qualidade que resultem em projeção das atividades na área de química do Estado de Minas Gerais.

A RQ-MG é constituída pelas 11 Universidades Federais no Estado de MG (UFTM, UNIFEI, UNIFAL-MG, UFVJM, UFJF, UFMG, UFSJ, UFU, UFLA, UFOP e UFV), a UNIMONTES e o CEFET-MG, trabalhando conjuntamente em vários projetos de pesquisa em áreas distintas da química englobando desde a química fundamental essencialmente acadêmica a projetos de natureza mais aplicada de interesse biológico, tecnológico e ambiental. A RQ-MG tem como apoio principal a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).

A criação da Rede Mineira de Química (RQ-MG) foi proposta durante o 23º Encontro Regional da Sociedade Brasileira de Química (SBQ) realizado em Juiz de Fora, MG, de 30/Out/2009 a 02/Nov/2009, coordenado pelo Prof. Hélio F. Dos Santos (UFJF). A Mesa Redonda realizada durante este evento, que teve como tema “Química em Minas Gerais: O papel das instituições na formação e no fomento à expressão de talentos, na infra-estrutura de pesquisa, na produção científica e na inovação tecnológica”, com a participação dos debatedores Prof. José Domingos Fabris (UFMG), Prof. Luiz Fernando Cappa De Oliveira (UFJF), Prof. Rubén Dario Sinisterra Millan (UFMG), mediada pelo Prof. Wagner B. De Almeida (UFMG), foi a principal motivação para esta reunião de pesquisadores representativos das atividades de pesquisa na área de Química do Estado de Minas Gerais. A RQ-MG foi oficialmente criada durante uma reunião realizada nas dependências da Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ) nos dias 27-28/Nov/2009, com a presença de representantes de todas as onze Universidades Federais do Estado de Minas Gerais, onde foi lavrada a Ata de Criação da Rede a qual foi assinada por todos os participantes desta reunião.

As atividades executadas pela RQ-MG inicialmente envolveu o levantamento de dados de todas as instituições participantes, demandas para infraestrutura para pesquisa, grupos potenciais que possam estabelecer colaborações científicas, além da organização de um plano objetivo e eficiente para o compartilhamento de recursos materiais existentes e elaboração de projetos de pesquisa visando a aquisição de equipamentos de uso comum dos membros da RQ-MG, promovendo assim uma maior interação entre pesquisadores mineiros. Os projetos de pesquisa financiados pela FAPEMIG tiveram como foco as Áreas de Atuação que abrangem a expertise dos grupos de pesquisa participantes da RQ-MG.

Acreditamos que a criação e manutenção da RQ-MG é um grande passo para viabilizar a redução das distorções existentes na infraestrutura para pesquisa das Instituições de Ensino Superior e Pesquisa no Estado, levando a um desenvolvimento mais eficiente de projetos de pesquisa relevantes para a nossa comunidade, e o fortalecimento das interações e colaborações científicas entre pesquisadores das instituições de ensino e pesquisa mineiras.