Introdução

Quem somos

A Rede Mineira de Química (RQ-MG) foi fundada em Dezembro de 2009 com o objetivo principal de integrar pesquisadores do Estado de Minas Gerais, minimizar distorções e desigualdades regionais e estimular o desenvolvimento de projetos de pesquisa de qualidade que resultem em projeção das atividades na área de química do Estado de Minas Gerais.

 

A RQ-MG é constituída pelas 11 Universidades Federais no Estado de MG (UFTM, UNIFEI, UNIFAL-MG, UFVJM, UFJF, UFMG, UFSJ, UFU, UFLA, UFOP e UFV), a UNIMONTES e o CEFET-MG, trabalhando conjuntamente em vários projetos de pesquisa em áreas distintas da química englobando desde a química fundamental essencialmente acadêmica a projetos de natureza mais aplicada de interesse biológico, tecnológico e ambiental. A RQ-MG tem como apoio principal a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).

 

A criação da Rede Mineira de Química (RQ-MG) foi proposta durante o 23º Encontro Regional da Sociedade Brasileira de Química (SBQ) realizado em Juiz de Fora, MG, de 30/Out/2009 a 02/Nov/2009, coordenado pelo Prof. Hélio F. Dos Santos (UFJF). A Mesa Redonda realizada durante este evento, que teve como tema “Química em Minas Gerais: O papel das instituições na formação e no fomento à expressão de talentos, na infra-estrutura de pesquisa, na produção científica e na inovação tecnológica”, com a participação dos debatedores Prof. José Domingos Fabris (UFMG), Prof. Luiz Fernando Cappa De Oliveira (UFJF), Prof. Rubén Dario Sinisterra Millan (UFMG), mediada pelo Prof. Wagner B. De Almeida (UFMG), foi a principal motivação para esta reunião de pesquisadores representativos das atividades de pesquisa na área de Química do Estado de Minas Gerais. A RQ-MG foi oficialmente criada durante uma reunião realizada nas dependências da Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ) nos dias 27-28/Nov/2009, com a presença de representantes de todas as onze Universidades Federais do Estado de Minas Gerais, onde foi lavrada a Ata de Criação da Rede a qual foi assinada por todos os participantes desta reunião.

 

As atividades executadas pela RQ-MG inicialmente envolveu o levantamento de dados de todas as instituições participantes, demandas para infraestrutura para pesquisa, grupos potenciais que possam estabelecer colaborações científicas, além da organização de um plano objetivo e eficiente para o compartilhamento de recursos materiais existentes e elaboração de projetos de pesquisa visando a aquisição de equipamentos de uso comum dos membros da RQ-MG, promovendo assim uma maior interação entre pesquisadores mineiros. Os projetos de pesquisa financiados pela FAPEMIG tiveram como foco as Áreas de Atuação que abrangem a expertise dos grupos de pesquisa participantes da RQ-MG.

 

Acreditamos que a criação e manutenção da RQ-MG é um grande passo para viabilizar a redução das distorções existentes na infraestrutura para pesquisa das Instituições de Ensino Superior e Pesquisa no Estado, levando a um desenvolvimento mais eficiente de projetos de pesquisa relevantes para a nossa comunidade, e o fortalecimento das interações e colaborações científicas entre pesquisadores das instituições de ensino e pesquisa mineiras.

Objetivos

Objetivo Geral

“Coordenar atividades que promovam a pesquisa em Química no Estado de Minas Gerais, tais como: identificar competências humanas já estabelecidas, melhorar a infraestrutura para pesquisa; elaborar proposta de re-aparelhagem do parque de pesquisa estadual e organizar encontros da comunidade para discussões científica e políticas de financiamento da ciência público e provado, buscando gerar diretrizes para o relacionamento da comunidade de química com o setor produtivo e a sociedade em geral.”

Diretrizes Básicas

da Rede Mineira de Química

1) A RQ-MG promoverá pelo menos duas reuniões anuais envolvendo todos os participantes da Rede, que deverão ocorrer preferencialmente durante a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química (SBQ) no 1º semestre de cada ano e nos Encontros Regionais da SBQ de Minas Gerais no 2º semestre. Nos encontros serão discutidos assuntos pertinentes à Rede, e discussões sobre temas relevantes para a comunidade.


2) Além das duas reuniões principais mencionadas, a RQ-MG realizará reuniões regulares com o Comitê Gestor para discutir e deliberar sobre questões relevantes, como por exemplo instalação, manutenção e aquisição de novos equipamentos e insumos.


3) Para participar da RQ-MG o professor deverá mostrar potencial para desenvolver atividades de pesquisa na área de química e solicitar o credenciamento na rede ao representante local da instituição. Cada instituição estabelecerá critérios coerentes de avaliação dentro da realidade de cada universidade, havendo uma expectativa de convergência de critérios na medida em que os objetivos da Rede sejam gradualmente atingidos.


4) Os trabalhos científicos publicados utilizando recursos materiais e humanos da Rede deverão fazer menção ao apoio da RQ-MG e, quando houver, da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) ou outras fontes de financiamento.


5) Por último, mas não menos importante, é fundamental que todas as atividades coletivas realizadas pela Rede Mineira de Química sejam em um clima de respeito, profissionalismo, harmonia e cordialidade.

Minas Chemical Network

About us

The Minas Chemical Network (RQ-MG) was founded in December 2009 with the main objective of integrating researchers, minimize distortion and regional inequalities, and stimulate the development of current and future projects in Chemistry at the State of Minas Gerais (Brazil). The funding support is provided mainly by the Research Foundation of the State of Minas Gerais (FAPEMIG).


The RQ-MG is formed by 13 public universities, working together on various research projects in different chemical fields from fundamental chemistry, encompassing essentially academic projects, to applied research of biological, technological and environmental interest.


Among many projects and activities, the RQ-MG has been involved in data collection from all participating institutions, analyses of research demands for infrastructure, creation of potential groups that can establish scientific collaborations, organization of a plan for efficient sharing of the existing resources, and preparation of research projects aimed to acquire new equipments. Besides, in order to assist discussions about scientific and administrative subjects, the RQ-MG organizes a series of meetings held at different universities of the state


Universities participating of the Minas Chemical Network:

  • Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL/Alfenas)
  • Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI/Itajubá)
  • Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF/Juiz de Fora)
  • Universidade Federal de Lavras (UFLA/Lavras)
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG/Belo Horizonte)
  • Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP/Ouro Preto)
  • Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ /São João Del-Rei)
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM/Uberaba)
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU /Uberlândia)
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM/Diamantina)
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV/Viçosa)
  • Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES/Montes Claros)
  • Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG/Belo Horizonte)

Contact:

Instituições

13
Instituições participantes
  • Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)
  • Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES/Montes Claros)
  • Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL/Alfenas)
  • Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI/Itajubá)
  • Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF/Juiz de Fora)
  • Universidade Federal de Lavras (UFLA/Lavras)
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG/Belo Horizonte)
  • Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP/Ouro Preto))
  • Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ /São João Del-Rei)
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM/Uberaba))
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU /Uberlândia) )
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM/Diamantina)
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV/Viçosa)

Áreas de atuação

A Química pode ser classicamente subdividida em quatro áreas fundamentais:

  • Físico-Química
  • Química Analítica
  • Química Inorgânica
  • Química Orgânica
  • Educação em Química
  • Química Teórica e Computacional

As atividades de pesquisa da RQ-MG envolvem o desenvolvimento de projetos científicos de natureza fundamental e acadêmica, além de projetos de interesse ambiental, biológico e tecnológico abrangendo áreas de grande relevância para o país, tais como energia, materiais e novos fármacos.


Uma visão sintética do potencial dos trabalhos realizados pela Rede é mostrada na figura abaixo. Todas as subáreas de Química do CNPq ou FAPEMIG estão contempladas visando o fortalecimento das linhas de pesquisa e a formação de recursos humanos. Destacam-se, entre outros, os seguintes temas estratégicos:

  • Biotecnologia
  • Energia
  • Fármacos e Química Medicinal
  • Materiais Avançados
  • Mineração
  • Nanotecnologia
  • Química Ambiental

areas

Representação das Áreas de Atuação da Rede Mineira de Química (RQ-MG)

Parceiros